Blog

Lã de Pet substitui Lã de Rocha e Lã de Vidro com eficiência em isolamento térmico e conforto acústico.

Lã de Pet substitui Lã de Rocha e Lã de Vidro com eficiência em isolamento térmico e conforto acústico.

DIFERENÇAS: LÃ DE ROCHA, LÃ DE VIDRO E LÃ DE PET.
LÃ DE ROCHA
A Lã de Rocha é feita de rocha basáltica vulcânica e outros minerais retirados da natureza, que passam por uma fusão a 1500°C e são transformados em fibras por centrifugação. Depois, são aglomerados com resinas e aditivos.
LÃ DE VIDRO
A Lã de Vidro é feita por um processo muito semelhante ao da rocha, porém os minerais utilizados são a sílica e o sódio (areia e vidro), que vêm do assoreamento de rios, e são fundidos a 1800°C e centrifugados, formando fios finos que também são aglomerados com resina sintética, que possui componentes voláteis.
LÃ DE PET
A Lã de Pet é feita com fibras muito leves de poliéster, que passam por um processo de compactação a baixa temperatura (160°C a 180°C) e pressão. Não é utilizada água e nenhum tipo de resina ou qualquer componente volátil, o que garante uma estabilidade muito maior e mantém o comportamento acústico e térmico por tempo indeterminado, além de ser ecologicamente correta e sustentável.
VANTAGENS DA MANTA DE PET
As qualidades da lã de PET vão além da proposta ecologicamente correta, os seus benefícios são imensos, pois proporciona uma obra limpa e sem risco ao ambiente, sendo um produto hipoalergênico, que dispensa o uso de luvas e mascaras, já que não ocasiona nenhum risco a saúde. Pode ser armazenado de forma eficiente devido a seu alto poder de compactação, retornando as dimensões originais, reduzindo o espaço, que também beneficia o custo de transporte. 
A lã de PET é uma alternativa inteligente para qualquer construção, pois pode ser reutilizado ou reciclado após uma reforma, ou vendido para sucateiros que podem transformando-se desde estopa a fios têxteis. O material contribui para a aprovação de construções ecossustentáveis.
A Lã de PET é usada para revestimento como isolante termo-acústico, ou seja, Térmico por isolar do calor ou frio e acústico por absorver o som, além de ser ecologicamente correto. Esse revestimento é uma lã produzida pela combinação de processos com variados tipos de fibras, cada qual com suas características específicas de isolamento térmico e acústico, fazendo com que o produto atenda às mais variadas e rigorosas exigências de conforto ambiental nos projetos arquitetônicos.
A lã de poliéster, fabricada sem adição de resinas, com densidade e dimensões projetadas para obter o máximo de resistência térmica e acústica aliando as vantagens de leveza e facilidade de transporte e manuseio.
Nos projetos comprometidos ecologicamente, (Green Building) a lã de pet é 100% reciclável e não agredir o ambiente, e nas paredes de construção seca tipo drywall, são um excelente opção.Espumas não servem para isolamento acústico. Apenas absorvem sons de alta frequência, não impedem a transmissão sonora e são altamente inflamáveis. Caixas de ovos também são utilizadas como material acústico, são inflamáveis, alergênicas e retém pouca absorção acústica. Para isolamento acústico é necessário optar por material denso ou heterogêneo que atendem as normas técnicas.  Fonte: https://www.trisoft.com.br/ Você possui alguma dúvida sobre gesso e drywall e precisa conversar com algum especialista no assunto? Envie suas dúvidas pra gente ou solicite um orçamento sem compromisso: vendas@formagesso.com.br / 47 3264-1035. Não esqueça de acompanhar a Formagesso nas redes sociais > Facebook / Instagram